Renan Nabeshima

Jornalista

Location icon Brazil

Renan Nabeshima, 22 anos. Formado em Comunicação Social e Jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo em dezembro de 2017

Portfolio
Globoesporte
10/13/2019
A mentalidade diferenciada de Medvedev para ameaçar o Big 3 e mirar o topo do ranking mundial

Seis finais consecutivas, três títulos e 29 vitórias nos últimos 32 jogos. Os resultados de Daniil Medvedev após Wimbledon já são suficientemente consistentes para consolidar o russo como o tenista em melhor momento no circuito masculino. As campanhas de destaque na preparação para o US Open foram ratificadas pelo vice em Nova York e o título em Xangai conquistado neste domingo.

Globoesporte
06/01/2019
De volta ao tênis como mãe, Serena Williams luta contra limitações físicas

Torção no tornozelo, virose e lesão no joelho. Serena Williams tem precisado lidar com uma lista de problemas físicos mais extensa que a quantidade de títulos em 2019. A temporada que começou com expectativas altas após os vice-campeonatos em Wimbledon e no US Open tem apresentado um desafio incomum por sequência de jogos na longeva carreira da norte-americana que se acostumou a acumular vitórias.

Globoesporte
06/09/2019
Dúzia de mordidas e uma fome insaciável

Uma dúzia. Em mais de terço dos 33 anos de vida, Rafael Nadal repetiu o gesto que o consagrou como o responsável pela maior supremacia que o mundo do tênis já presenciou: levantar o troféu de Roland Garros. Em uma modalidade individual e tão dinâmica, a façanha do espanhol se torna ainda mais espetacular.

Globoesporte
07/14/2019
O desfecho que o tênis não estava preparado para ver

Um viciado em vencer. A obstinação de Novak Djokovic pelos títulos foi colocada à prova mais uma vez. O homem que dominou o circuito semanalmente no último ano foi exigido ao máximo por Roger Federer. A resiliência do sérvio, de novo, prevaleceu.

Globoesporte
08/11/2019
Nadal volta a liderar corrida com título em Montreal e inicia briga com Djokovic pelo topo

Uma aula de como lidar com o favoritismo. Principal candidato ao título em Montreal desde a desistência de Novak Djokovic há 10 dias combinada à ausência já confirmada de Roger Federer, Rafael Nadal demonstrou por que ainda é um tenista superior aos principais destaques mais jovens do circuito da ATP ao conquistar o 35º troféu de Masters 1000 na carreira, um recorde na categoria.

Globoesporte
09/09/2019
Tetra no US Open é recompensa pela reinvenção de Nadal

O quarto título de Rafael Nadal no US Open premia um especialista em se adaptar às adversidades. Se aos 33 anos os joelhos do espanhol já não aguentam a intensidade semanal de outrora, a mentalidade vencedora e a inteligência tática do agora 19 vezes campeão de Grand Slam seguiram intactas em Nova York.