evr guimaraes 16 150418

Rute Barbedo

jornalista freelance

Location icon Portugal

Tenho sido jornalista, fui editora e fundadora de uma revista. Lavei muitos pratos e parti outros tantos. Ando a "vivir para contarla".

. [email protected] .

Portfolio
PÚBLICO
07/13/2019
Na Berlenga, longe de tudo

Há um certo prazer em acrescentar drama à viagem de barco para a Berlenga Grande, que, a partir de agora, chamaremos, como fazem os seus conhecedores, simplesmente de Berlenga. O faroleiro-chefe, por exemplo, diz ao telefone: "Hoje está bem melhor. As ondas baixaram para os dois metros." Chegou à ilha "encharcado".

Jornaldenegocios
À procura de bolachas no vale do silício

"Em 2011 não tínhamos mobília, a maior parte dos laboratórios não estava equipada, havia pó por todo o lado. Os primeiros três anos foram para organizar a casa. Quando o professor Lars [Montelius] veio,

PÚBLICO
05/04/2019
No Médio Tejo, a arte caminha pelo rio

Calça justa, camisa clara, colete negro. O rapaz do rancho caminha curioso em direcção ao parapeito da casa, na Quinta do Melo. Coloca os auscultadores por cima do gorro ribatejano para ouvir o "Escritor na Paisagem", que toca no MP3, e assenta os binóculos no nariz para ver o que se passa ao fundo, no pasto.

Jornaldenegocios
A emersão lenta da Riopele

Em 1927, dois teares e um moinho davam início a um percurso familiar que haveria de desembocar numa trama de tecidos. Hoje, a quarta maior exportadora de Famalicão testa sistemas de visão artificial, investe em tecnologia para reduzir

PÚBLICO
08/25/2018
Volta ao Algarve de autocaravana

Volta ao Algarve de autocaravana Olhos de Água: da vida errante ao resort Na monotonia do Pereiro, os campos mansos e ondulados fazem sonhar com uma vida na autocaravana, pela estrada fora. Mas às portas de Albufeira os turistas escolhem um caravanismo de pulseira, não querem sair dali.

PÚBLICO
08/11/2018
Arquitectura e gula na cidade-laboratório

Desde que Bilbau vestiu o seu primeiro Chanel - a capa dourada do Museu Guggenheim -, para poder andar entre a elite, que não havia um projecto com tanto impacto na "cidade dos arquitectos". Mas, desta vez, mais do que turistas, os bilbaínos quere

PÚBLICO
12/01/2018
O Paço lento de onde veio a independência

D. João II podia ter ficado em Vila Viçosa a tocar órgão e a olhar para as suas porcelanas chinesas, mas a 1 de Dezembro de 1640 seguiu o ímpeto da revolução. 378 anos depois da Restauração da Independência, voltamos à terra crescida em volta do Paç

Runningmag
08/01/2017
Dean Karnazes: "A minha vida é como uma versão real do Forrest Gump"

Dean Karnazes veio a Portugal para apresentar o livro A Lenda da Maratona (edição da edlp), a aventura grega em que reencarna Fidípides, o criador da corrida mais épica da História. Mas a lenda é ele, Dean, made in USA, com todo aquele ar de rapaz da praia, dourado pelo sol, mas também com 54 anos de rugas uzbeques e cicatrizes da Tanzânia.

Exame
Quem são os doidos que conseguem fazer isto?

No início, 95% da atividade da Lindo Serviço davam forma aos sonhos da publicidade. Em 17 anos, com a crise e a ascensão do digital, o "grande cliente" tornou-se minoritário. Esta é a história da versatilidade, escrita por uma empresa que cresceu a produzir impossíveis

Jornal Expresso
Olá, chamo-me Mohamad e trabalho das nove às cinco

Vão para o Alentejo lavrar os campos, para o Douro apanhar fruta, atendem o telefone em call centers de Lisboa ou fazem pão em Setúbal. São a minoria, mas também os que respondem ao "mais complicado" do processo de recolocação de refugiados: a integração

Jornal Expresso
Penso, logo lucro? Silicon Valley está à procura de filósofos

Há 20 anos, o escritor americano Tom Morris saiu-se com esta: e se Aristóteles fosse o administrador da General Motors? A pergunta migrou, em jeito de hipótese, para o título de um dos livros de gestão mais vendidos nos Estados Unidos.

Jornal Expresso
Como a arte urbana ajuda o mercado a bater recordes

O que a arte pública gera em dinheiro privado é conversa que dá pano para mangas. Mas, no campo do imobiliário, é cada vez mais concreta a valorização de edifícios, apartamentos, estabelecimentos comerciais e, sobretudo, áreas urbanas pela intervenção de artistas internacionais.

PÚBLICO
01/13/2018
Passeios. Estes diabos de granito têm corações de queijo

Consta que há muitos, muitos anos, em Linheiros de Baixo, vivia um homem muito rico. Tão rico, que chegava a acender a lareira com notas. Mas à medida da sua opulência reinava o desvario, pelo que depressa a fortuna se esgotou.

PÚBLICO
12/30/2017
Viagens. Montenegro, com os olhos marejados de monte

Na matemática de um mapa, Montenegro é metade do Alentejo, mas um dominó de montanhas e fiordes multiplica-lhe a superfície. O mesmo acontece à identidade. No primeiro Outono na NATO, o Adriático ainda é dos russos, o café é otomano e as sopas eslavas.

Jornal Expresso
Parar seis meses, definir 40 anos

Mário não desvia os olhos do telefone. Anda de um lado para o outro, entre as alas da incubadora onde pôs a crescer a sua terceira startup, a Climber, e tem os ponteiros contados para a entrevista. "40 minutos, uma hora", limita. Assim que lhe pedimos para recuar aos tempos de estudante, relata episódios à velocidade da luz.

Jornal Expresso
À procura de artesãos no tempo dos ecrãs táteis

Haverá sempre maior procura de engenheiros informáticos do que de marceneiros, profissionais do restauro, modistas e ceramistas. Mas, num mercado de ecrãs táteis e tecnologias da informação, ainda haverá quem saiba trabalhar com as mãos?

Jornal Expresso
Trabalhar o máximo, ganhar o mínimo

Olha a selfie barata!" "Pauzinho de selfie?" "Selfie stick?" O pregão não varia muito junto ao Mosteiro dos Jerónimos. Do lenço "típico português" fabricado no Bangladesh, passando por pêssegos paraguaios até cabos extensíveis para o autorretrato, tudo é negócio quando o assunto é turismo.

Jornal Expresso
Quem vai cuidar de 2,8 milhões de idosos?

Daqui a 63 anos, Portugal terá 7,478 milhões de habitantes, 2,8 milhões dos quais idosos, segundo as projeções do Instituto Nacional de Estatística.

Jornal Expresso
Aviação. "Nós, mulheres, também conseguimos"

A primeira vez que Patrícia Pimenta andou de avião tinha 16 meses, e talvez por uma janela mal fechada o vírus da aviação lhe tenha entrado no corpo. "Sempre viajei muito com os meus pais, eles levaram-me a conhecer novos países e culturas.

Exame
Em busca do pretérito perfeito

Mais do que objetos, os produtos vintage e retro são experiências pelas quais o consumidor está disposto a pagar mais. A EXAME de julho dedica um dossiê ao universo vintage. Já nas bancas.

PÚBLICO
07/19/2015
A Alemanha não quer mais "tolerados"

O Bundestag aprovou este mês uma lei que abre novas condições de integração aos imigrantes "tolerados" no território e uma outra, que aponta a prisão a quem chega à Alemanha vindo de outro Estado-membro ou pelo tráfico do Mediterrâneo. "Pensava que a Europa era um lugar onde estaríamos seguros"

Exame
Verde e virtual: a paisagem económica das ilhas

São bem mais do que banana e bolo do caco, do que chá Gorreana e ananás, mas nem sempre as imagens empresariais da Madeira e dos Açores chegam ao exterior no formato ajustado. A inovação no mercado tradicional, o turismo e as tecnologias de informação estão a diversificar as economias insulares.

Exame
O capital pode estar na multidão

Os mercados norte-americano e asiático olham cada vez mais para o crowdfunding como um motor de negócios, mas Portugal utiliza-o sobretudo em causas sociais.

Viagens

Publico
08/27/2017
Angola, o paraíso encarcerado

Nenhuma vida chega para compreender o país que esta semana foi a votos e continua a não fazer sentido 42 anos depois da independência. É na procura dele - e de uma fantasia que descanse de petróleo e diamantes - que as conversas dançam à mesa, ao canto da cigarra.

Público
10/19/2015
Istambul: Terraços de vidro, barcos de chá

Istambul é dura, pesada nas pernas, nas mãos, na boca. Faz de nós um saco morto a boiar no Bósforo para que nos levantemos a seguir reclamando que estamos vivos. Somos, então, um saco feito balão, a flutuar nas ruas, entre 20 milhões de gente e as melhores borras de café do mundo.

PÚBLICO
08/15/2015
Teremos sempre Marrocos

Há quem defenda que foi preso em Itália, outros dizem que morreu em Fez, mas a imagem de um homem robusto que desaparece entre as folhas do nevoeiro é a história em que todos queremos acreditar.

Público
06/20/2015
Entre pássaros e saxofones

São horas de caminho à procura de uma cama vaga em Hamburgo. As letras de néon e a carpete gasta a dar as boas-vindas são constantes, os edifícios a encher o olho de design também.

Público
05/13/2015
Intra_Rail: Portugal em títulos de viagem

Vamos ler bem isto: caminhos-de-ferro. São de ferro porque resistem a tudo. Ao tempo, ao uso, ao peso das mercadorias e à leveza do turismo, mais ou menos moldados em linhas que aumentam e encolhem como uma lagarta, consoante o movimento e as finanças.

Público
06/13/2015
A vida simples nunca saiu daqui

Há coisas que ficaram “daquele tempo”, agora em latas de feijão Compal, em garrafas de cerveja Sagres, nas casas católicas onde o domingo é da família. Mas para lá “daquele tempo” ainda há outro: o do grogue, dos pastéis de milho e das tamareiras.

PÚBLICO
Série "Por este rio acima"

De saveiros a galeões, passeios em embarcações típicas portuguesas, do Algarve até ao Minho, entre Agosto e Setembro.

Público
08/30/2014
A terra como princípio de tudo

Se o Z é um som de ziguezagues, a serra faz-se pelo Zêzere à velocidade do mel e de almofada no sopé. Do Fundão à Gardunha - que foi pedir ao árabe o significado de refúgio -, os lugares são para colher amoras, testar o corpo em águas frias e falar das formas que uma abóbora pode tomar.

Público
09/19/2015
Pão português, amor marroquino, figo-da-índia

Para quem cruza o Baixo Alentejo com o sono das pradarias, Mértola é um solavanco no bocejo. Sobe apertada até ao castelo, virada para o Guadiana. "Já foram do lado de lá do rio, ver a vista? De lá é que é bonito", garante-se sobre a única vila-museu de Portugal.

Público
05/16/2015
Rocío (ya) no es virgen

Imagine-se um mapa de Espanha visto de cima e centenas de carreiros de formigas a convergir para um mesmo ponto. A romaria de El Rocío é isto, mas as formigas usam saltos altos e chapéus, cantam sevilhanas e rezam sobre peitos queimados pelo sol. Este ano, a festa começa a 22 de Maio.

Público
03/26/2016
O arquipélago boreal

A Suécia está mais perto do céu. Ninguém queria admiti-lo, no avião, mas todos sabiam secretamente que era verdade. Por cima, as asas atravessam o Báltico, as ilhas, as árvores. Em baixo, as sombras fazem-se companhia itinerante, de um sol lateral.

Público
04/16/2016
Mais irreal que as noites brancas

Ninguém dá muito por Helsínquia, a menos cosmopolita capital escandinava, mas ela tem histórias para contar. No Paralelo 60 N, os terrestres passeiam como pinguins, suam juntos e nus na sauna e procuram energia nas lâmpadas de bares excêntricos. No Verão, a roupa tira-se em nome da vitamina D.

PÚBLICO
05/09/2015
Pensão Agrícola

Na Estrada Nacional 125, em Conceição de Tavira, há uma placa pequena junto às outras a apontar para a esquerda. Diz "Pensão Agrícola", e porque o nome é bonito, viramos. A ansiedade faz o caminho longo - ela, as alfarrobeiras, os olivais, a dúzia de vacas luzidias, o aroma a figueira, o não vermos ninguém.

Público
01/23/2016
Marselha, do primeiro rap ao último tango

Há a Provença 1, dos campos de alfazema, aroma a sabão e vinho impressionista. E há a outra, que num eixo de 80 quilómetros, entre Marselha e Arles, começa por ensinar o francês vindo do rap para mergulhar os olhos na fotografia e os ouvidos no tango.

Público
04/04/2015
Turim, a cidade invisível

Competir com Roma, Veneza ou Florença não é para Turim. Estratégias de turismo e autocarros de dois andares com disparos de flash a incendiar o céu? Hum…, também não. Quem quiser a pérola de Piemonte, tem de a viver para crer.

Público
03/02/2014
Este país é para estóicos

O Inverno dos rijos e o Verão do sol à meia-noite moram aqui. A Estónia é o lugar onde qualquer sonhador se proporia a escrever um romance sofrido, bêbedo de uma melancolia virgem e despida. Ao mesmo tempo, é um país de impossíveis: passeios sobre o mar ao volante de um Lada, casas perdidas na floresta, mil pântanos, mil lagos, mil ilhas.

Público
06/02/2014
Lisa começou a andar na Áustria e só parou na Península Ibérica

3500 quilómetros, 156 dias, uma tenda, uma mochila e uma fiel cadela. Lisa Klimek, 20 anos, fez Viena-Salamanca a pé; com cinco euros por dia e muitas perguntas sobre a vida. No final, uma boleia deixou-a no Alentejo. "Não parei tanto em nenhum outro lugar", diz.

Público
12/07/2014
Riga, solstício europeu encostado à Rússia

No ano em que o euro chega à Letónia, a cidade recebe a faixa de Capital Europeia da Cultura. Europeização? As opiniões dividem-se, tal como a urbe. De um lado, lojas de design, galerias de arte contemporânea e esplanadas a servir brunch e cappuccino; do outro, blocos soviéticos, tascas para beber vodka e um mercado feito em hangares onde antes pousavam zepelins.

Umbigo
09/29/2014
Lerkekåsa: vinhos que procuram o Norte

Estamos em Telemark, região com nome alienígena mas mais ligação à terra do que muitos lugares do sul. Neste condado norueguês feito de lagos, vales e mar gelado no Inverno, cresce a vinha mais setentrional do planeta: Lerkekåsa. O título é disputado pelos países do Norte com alguma ferocidade, com a Dinamarca, a Suécia e a Lituânia a entrarem frequentemente na competição.

Cultura(s)

Público
09/01/2015
Eles querem o teatro e o real

Das paredes do Museu Nacional do Cinema, Marcelo Mastroianni observa, tranquilo e a preto e branco, os passeantes de Turim... (Photo by Luca Di Lotti © 2014)

Desporto

Runningmag
04/03/2016
"Somos mais do que os olhos, somos os agentes os psicólogos, tudo"

Texto: Rute Barbedo Fotos: Celestino Santos Existe investigação em Portugal que congregue a experiência no desporto adaptado com o saber científico relativo às deficiências? A APCAS [Associação de Paralisia Cerebral Almada Seixal] está a fazer um trabalho com a Faculdade de Motricidade Humana [FMH] sobre o atletismo adaptado, com o qual estou a colaborar.

PÚBLICO
11/16/2015
Aprender a correr na era da técnica

No início, o objectivo era combater o sedentarismo, mas agora que "a corrida já não é uma moda, mas uma forma de estar", os 57 centros do Programa Nacional de Marcha e Corrida estão focados em ensinar a técnica, reforçar músculos e prevenir lesões associadas ao quarto desporto mais praticado no país

Público
11/15/2014
Os desbravadores de montanhas

Já foram dezenas; hoje são milhares. O trail running ganha novos adeptos e provas todas as semanas, e anda a desbravar a terra para pintar as pernas de lama e sangue arrancado pelas silvas.

RUNning
08/01/2014
"Esta mudança não é uma utopia. Dói mesmo."

Passou de sedentário ao ultra-runner mais completo do mundo. Já venceu a Badwater - 217 km no deserto da Califórnia; foi o melhor atleta não-africano na Maratona das Areias - 250 km no deserto do Sara; e superou os mais de 2 000 metros de altitude no Ultra-Trail de Mont Blanc.

Activismo

Facebook icon Linkedin icon Flickr icon