Lázaro Valverde Campos Junior

Jornalista

Location icon Brazil

Aluno de Jornalismo da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da Universidade de São Paulo. Principais áreas de interesse são política, educação e esportes e com experiência em jornalismo online e no rádio. Atuei na Rádio USP e hoje sou estagiário da ONG Todos Pela Educação.

Portfolio
Usp
11/10/2017
Alfabetização precária do Brasil reproduz desigualdade

No final de outubro, o Ministério da Educação divulgou os resultados da Avaliação Nacional de Alfabetização, realizada com alunos do 3º ano - na sua maioria, com 8 anos de idade. Os dados revelam que os níveis insuficientes de aprendizado chegam a 55% na leitura e na matemática e 34% na escrita.

Todospelaeducacao
3 em cada 10 brasileiros não conseguem entender este texto

POR Lázaro Campos Júnior, do Todos Pela Educação 12 Nov, 2018 Aumento da escolaridade tem efeito positivo, mas analfabetismo funcional ainda é alto no Brasil A cada 10 brasileiros, três não conseguem resolver operações básicas que envolvam, por exemplo, o total de uma compra, o cálculo do troco ou valor de prestações sem juros quando vão ao supermercado.

Educação e etc
Discriminação na escola, não!

É comum os jovens vivenciarem momentos de descoberta da própria identidade enquanto cursam o Ensino Médio. Nesse contexto, a diversidade, seja étnica, de orientação sexual ou de gênero, muitas vezes acaba se deparando com um cenário de preconceito e discriminação inclusive dentro da escola.

Todospelaeducacao
Educação nas Eleições: um debate acima de qualquer partido

POR Lázaro Campos Júnior, do Todos Pela Educação 01 Out, 2018 Especialistas criticam "polarização" no cenário político e a ausência das temáticas educacionais no debate eleitoral Quantas vezes você já não ouviu o termo "polarização" nas últimas semanas? Com a proximidade do primeiro turno das eleições, fica cada vez mais evidente a divisão política do Brasil.

Usp
10/23/2017
Estado laico deveria vetar ensino religioso em escola pública

Ao julgar uma ação da Procuradoria Geral da República (PGR), o Supremo Tribunal Federal (STF) manteve a possibilidade do modelo confessional no ensino religioso de caráter facultativo (com abertura de ensino de uma fé específica em sala de aula).