Open uri20170113 1430 19hzgv0?format=auto&onerror=redirect&width=300

Natália Scarabotto

Jornalista, Redatora e Produtora de Conteúdo

Location icon Brazil

Natália Scarabotto é jornalista e já escreveu para grandes veículos de comunicação, reportando direto da Venezuela. É correspondente de uma web rádio uruguaia e também já foi repórter em jornal impresso, portal multimídia.

Tem experiência em comunicação institucional, divulgação e terceiro setor. Seus interesses pessoais e profissionais envolvem questões sociais, gênero, cultura e direitos humanos.

É pós-graduanda em Política e Relações Internacionais pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo e possui bacharelado em Jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo. 

E-mail: [email protected] | Tel: +55 (11) 98856-5760

Portfolio

Reportagem Internacional

UOL
Caracas tenta normalidade

"Se você for para Caracas, não verá crise" Essa é a frase repetida pelos venezuelanos em Roraima, que tentam escapar da fome que assola o país vizinho. Mas não é bem assim. Apesar de tentar manter a normalidade, a cidade mais rica da Venezuela não escapa das dificuldades que assolam o país - embora em menor intensidade do que o interior.

Folha de S.Paulo
Caracas vive noite de dúvidas e rumores de prisão após suposto ataque a Maduro

Os moradores de Caracas foram dormir na noite deste sábado (4), tomados pela insegurança e pela dúvida. Poucas horas após a suposta tentativa de atentado contra o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, diversas forças de segurança tomaram as ruas da cidade, transformando a habitual noite de sábado dos caraquenhos.

Informarte
05/02/2019
Petrobras: "Reestructura es consecuencia del Lava Jato" - Informarte

Tras el anuncio de la petrolera estatal brasileña Petrobras sobre la venta de red estaciones de servicio en Uruguay, y los argumentos que esgrimió para tal anuncio, conversamos con la periodista Natalia Scarabotto para entender cómo los escándalos de corrupción terminaron desestabilizando a la empresa. Escuche la entrevista.

Reportagem Diversas editorias

Diário do Grande ABC
Sandro Castellani e mulher são presos em Ribeirão Pires

Após sete anos da explosão de loja de fogos de artifício na Rua Américo Guazelli, na Vila Pires, em Santo André, o dono do comércio, Sandro Luiz Castellani, 46 anos, e sua mulher, Conceição Aparecida Fernandes, 48, foram presos na noite de domingo. Eles eram considerados foragidos desde o dia 16 de fevereiro, quando foram condenados pela Justiça a oito anos de detenção em regime semiaberto e pagamento de 360 dias-multa (valor aproximado de R$ 244 mi). Na tragédia, duas pessoas morreram.

Linkedin icon Resume icon Email icon